Buscar

Bosque da Memória’ em área de restinga é alvo de depredação em Ubatuba

Atualizado: Set 2

Uma área que fica entre a rodovia Rio-Santos e o mar, em frente à praia da Lagoinha, na região sul de Ubatuba, foi alvo de vandalismo este mês. Segundo denúncia do grupo MARSUL, Moradores e Amigos da Região Sul de Ubatuba, a ação ocorreu no dia 10 de julho, três dias após o plantio de 30 mudas, alusivo ao “Bosque da Memória”, gesto simbólico em homenagem às vítimas da Covid-19 e em agradecimento aos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Foi um ato impiedoso e extremamente agressivo, arrancaram todas as mudas, sumiram com a placa do ‘Bosque da Memória’, derrubaram piquetes, detonaram tudo”, lamenta uma fonte que prefere não se identificar.

O “Bosque da Memória” destruído havia sido plantado com espécies do ecossistema restinga. Além das vítimas da pandemia, também homenageava especialmente os funcionários dos postos de saúde da Lagoinha, Sertão da Quinta, Maranduba e Araribá.

O grupo MARSUL conta que desde 2018 vem fazendo um trabalho de proteção e recuperação da restinga da praia, com plantios, colocação de placas, delimitação de passagem para pedestre e educação ambiental. Porém, o trabalho pela regeneração da vegetação estaria enfrentando resistência de pessoas que utilizam o local para estacionar veículos mais perto da praia.

Nesta quinta-feira (29), haverá uma reunião do grupo MARSUL com a Secretaria do Meio Ambiente de Ubatuba, que participou da ação de plantio do “Bosque da Memória” que foi destruído. Uma das propostas é colocar barreiras para impedir a entrada de automóveis, para que a vegetação seja recuperada.





2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Compartilhe